Arquivo da categoria: Língua Francesa

Como aprender uma língua estrangeira se divertindo

6 astuces rigolotes pour apprendre une langue étrangère en s’amusant | La presse et la classe de fle | Scoop.it

Minha primeira aula de francês foi no mínimo traumática! A professora tinha um enorme carisma e conhecia muito bem a língua francesa. Mas estávamos na década de 90, os documentos em francês numa cidade do interior de SP eram poucos, ouvíamos músicas em fita cassete e internet ainda soava como filme de ficção científica. E olha, nem tenho tantas décadas de vida, mas realmente, ter bons documentos em outra língua poderia ser considerado luxo naquela época!

Comecei estudando uma gramática pesada e lendo livros da década de 40, nada de grandes clássicos da literatura, mas livros utilizados em sala de aula neste período na França. Difícil compreensão, leitura penosa, e o mais importante, nenhum assunto que despertasse meu interesse pela língua.
Aí chegamos ao final dos anos 90, mudamos de milênio e booomm internet !! Hoje ensinar e aprender línguas pode ser bem mais fácil e divertido do que minha 1° experiência nos anos 90. Existe muita informação na internet, e claro, é preciso saber selecionar e avaliar os conteúdos, tarefa que nem sempre é evidente.

Selecionei aqui um texto (em francês, né ?!) que dá dicas de como você pode aprimorar seus conhecimentos de uma forma divertida! Trata-se de um texto curtinho de uma revista online, portanto não espere encontrar aqui nenhuma descoberta do século. Mas o objetivo é esse mesmo, ler em francês e enriquecer o vocabulário de maneira leve e divertida, certo?

Amusez-vous bien 🙂

 

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Educação, Língua Francesa, Textos, textos A1 A2, textos A2 B1, Textos B2 C1, Textos C1 C2

Je ne veux pas travailler

Como estes últimos dias foram um pouco tensos, nada melhor que um pouco de música para relaxar.

E já que é para relaxar, desce aí um Pink Martini!

Formada por 12 músicos e com repertório em vários idiomas, Pink Martini se inspira nas comédias musicais de Hollywood dos nos 40 e 50 e nos propõe uma viagem sonora por diferentes estilos musicais. Lounge, cosmopolita, com toques de batudada brasileira e ao mesmo tempo clássico. Enfim, não dá para definir, tem que ouvir!

O grupo, formado por americamos, começou a fazer shows na Europa no final da década de 90. O primeiro disco, Sympathique, foi lançado em 1997 e foi um enorme sucesso.

“Je ne veux pas travailler” faz parte do 1° disco do grupo e é lindamente cantada em francês pela China Forbes. A letra desta música foi inspirada num poema de 1913 do escritor francês Apollinaire.

E para quem gosta de cantar junto, segue a letra :

Ma chambre a la forme d’une cage
Le soleil passe son bras par la fenêtre
Les chasseurs à ma porte
Comme des petits soldats
Qui veulent me prendre

Je ne veux pas travailler
Je ne veux pas déjeuner
Je veux seulement l’oublier
Et puis je fume

Déjà j’ai connu le parfum de l’amour
Un million de roses
N’embaumeraient pas autant
Maintenant une seule fleur
Dans mes entourages
Me rend malade

Refrain

Je ne suis pas fière de ça
Vie qui veut me tuer
C’est magnifique
Être sympathique
Mais je ne le connais jamais

Refrain

PS: caso alguém se divirta tentando traduzir a letra, já deixo avisado que existem alguns pequenos erros de sintaxe e que algumas frases parecem não ter muito sentido 😉

 

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura, Língua Francesa, Literatura, música, Uncategorized

Les liaisons en français

Na língua francesa muitas palavras terminam com s, t, n, p. O plural, geralmente,  é feito com o acréscimo de um “s” no final, como por exemplo la femme, les femmes. Ou então le garçon, les garçons. Até aí tudo bem. Mas a grande particularidade do francês é que geralmente estas consoantes finais (s, t, p, n) não são pronunciadas e então, durante uma conversa, nem sempre é fácil diferenciar singular e plural (neste caso notamos a diferença através do uso dos artigos ou através da conjugação verbal). No entanto, a grande dificuldade no aprendizado da língua francesa – tanto para os estrangeiros quanto para os franceses – é saber se uma palavra termina com s, p, n, t ou x.

Por exemplo

trop – pronuncia-se “trô”

tu es e il est – a pronúncia é a mesma, embora a 3°ps tenha um t no final.

E o que a liaison tem a ver com isso? O que acontece é que na linguagem oral, muitas destas consoantes finais que normalmente não são pronunciadas, vão fazer uma ligação (liaison)  com a palavra seguinte (quando esta palavra começar com uma vogal).

Exemplo : vous – pronuncia-se “vu”

mas se eu disser vous êtes, eu faço uma ligação entre o “s” final e o “ê” da palavra seguinte. Então a pronúncia será “vuzet”

Este assunto renderia um livro mas a intenção aqui é tentar esclarecer ao invés de complicar. Portanto para quem estuda francês e quer aprender um pouco mais, eu deixo aqui 2 links interessantes:

http://rue89.nouvelobs.com/2014/03/24/sauvons-les-liaisons-amies-lorthographe-enfants-250941

http://www.lepointdufle.net/ressources_fle/liaisons_obligatoires_liaisons_interdites.htm#.U7patLF8X3A

Amusez-vous bien 😉

Deixe um comentário

Arquivado em Educação, Língua Francesa, textos A1 A2, textos A2 B1, Textos B2 C1, Textos C1 C2